Digite seu e-mail!
Fernanda Marques>News

News

Beleza Facial

O padrão de beleza tem variado ao longo do tempo, mas alguns princípios básicos têm sido observados, especialmente com relação à beleza facial, em que a harmonia de formas e medidas tem maior importância.
A face jovem apresenta conformação suave, com contorno arredondado, proeminências malares salientes, face levemente encovada e linhas mandibulares suaves e bem definidas. É o que chamamos de “triângulo da beleza”, em que a face assume a forma de um triângulo com o ápice para baixo.
O oposto é observado no triângulo reverso, visto em faces de aspecto mais envelhecido, como os olhos caídos, queda da porção lateral das sobrancelhas, flacidez malar com queda da pele, alargando a face lateralmente e borrando a linha mandibular. Nesse caso o ápice do triângulo está no alto, e o rosto assume a forma de um triângulo de base larga ou de um quadrado.
Além desses aspectos do contorno facial, algumas pequenas modificações envelhecem a face como acentuação dos sulcos nasogenianos (bigode chinês) e rugas de marionetes, afilamento dos lábios e queda da ponta nasal.
A abordagem terapêutica do rejuvenescimento facial deve priorizar a analise detalhada dos padrões de beleza apresentados pelo paciente, cabendo ao profissional a orientação quanto às possibilidades e limitações das técnicas disponíveis, sempre buscando a correção natural e fisiológica em que predomina a harmonia.
Sem dúvida, o melhor aliado de uma pele bonita é o filtro solar. A exposição solar excessiva acelera o envelhecimento cutâneo, causa manchas, piora as rugas e flacidez e causa câncer de pele.
É importante saber que, embora sofisticados e altamente eficazes, os tratamentos devem se somar à rotina diária de cuidados, que inclui limpeza, hidratação e fotoproteção. Um rosto jovial é resultado também do estilo de vida de cada um: manter o estresse sob controle, ser otimista e ter humor são atitudes fundamentais.

1. Alimentação saudável é essencial
Os radicais livres são moléculas tóxicas que se formam ao longo da vida, danificam o colágeno que sustenta a pele e são os responsáveis pelo processo de envelhecimento. Para combatê-los, o corpo libera enzimas antioxidantes, mas fatores como poluição estresse, fumo, má alimentação e exposição ao sol fazem com que sejam produzidos em maior quantidade, exigindo que se busquem recursos externos.
Antioxidantes estão presentes nas frutas, legumes, hortaliças e cereais integrais com ação comprovada cientificamente. Os principais são betacaroteno (damasco, mamão, abóbora cenoura); licopeno (tomate); vitamina C (laranja, kiwi, uva, brócolis); vitamina E (nozes, castanhas, azeite); flavonóides (uva, cebola, beterraba); selênio (frutos do mar, alho) e zinco (peixe, aves).
Além disso, é essencial manter a pele hidratada com a ingestão diária de água (2 litros/dia) e a aplicação de um hidratante tópico que mantenha a umidade da camada superficial da pele prevenindo a degradação do colágeno e da elastina, fibras responsáveis pela firmeza e elasticidade cutânea.

2. Ativos antioxidantes
Assim como na alimentação, existem princípios ativos antioxidantes de ação cutânea que regeneram a pele danificada pelo clima, hidratam e estimulam a renovação celular.
Como ativos rejuvenescedores, os melhores ainda são os retinóides (ácido retinóico e retinol) e os hidroxiácidos que estimulam a renovação da epiderme, diminuem as manchas da pele e estimulam a formação de colágeno.
Entre as novidades, cita-se os antiglicantes, que inibem a glicação do colágeno, reação que leva à alteração irreversível dessa molécula, causando perda de elasticidade da pele. Principais antiglicantes: alistin, aldenine.
Alguns antioxidantes comumente utilizados em ativos de uso tópico são: ácido hialurônico, aquaporine active, betavera, ácidos florais, bioselênio, caviar HS, coffee active, densiskin, elastocell, fucogel, manteiga de cupuaçu, silícios orgânicos dentre outros.

3. Tratamentos estéticos
Toxina botulínica: indicada para o tratamento das rugas que surgem da expressão facial, sobretudo na parte superior da face (testa e cantos dos olhos), com melhora visível em 48 – 72 horas e duração do resultado estimada de 4 a 6 meses.
Preenchimento de ácido hialurônico: redefine o contorno facial, lábios, sulcos e olheiras. Muito utilizado para neutralizar os sulcos nasogenianos e nasolabiais (“bigode chinês”) marcados – vincos que se formam nas laterais do nariz e descem em direção à boca, deixando o rosto com aspecto triste. A aplicação não requer anestesia e nem afastamento do trabalho, com duração do efeito estimada de 8 meses a 1 ano.
Radiofrequência: gera aquecimento na derme sem dor ou risco de queimadura na superfície, por isso é bem tolerada pelos pacientes. Esse aquecimento promove uma reorganização do colágeno e melhora a firmeza da pele. Indicada para flacidez, tanto do contorno da face e pescoço como do corpo (braços, abdome, coxas). Em média, recomenda-se 4 a 6 sessões para a face e 8 sessões para o corpo.
Laser fracionado: atua na derme sem ser muito agressivo na epiderme. Estimula a produção de colágeno e elastina, revitaliza a pele e trata rugas e manchas. Com tempo de recuperação reduzido, é estimado a média de 3 sessões com intervalo de 30 dias. Contraindicação: exposição ao sol.